terça-feira, 31 de maio de 2011

Uma escola muito especial em Fernando de Noronha


Fernando de Noronha tem apenas duas escolas, ambas da rede estadual de ensino, ligadas ao governo de Pernambuco. A ilha é o único Distrito Estadual do país, não tem prefeito ou deputados. Com 3500 habitantes sofre ainda com condições precárias na saúde e na educação. Conheci as duas escolas, a do Arquipélago de ensino fundamental e médio e a Bem-me-quer de educação infantil, que tive a alegria de visitar com meus livros, minhas histórias e as cantigas.


Cheguei e fui aconchegada por lá, crianças, professores e funcionários que nunca haviam recebido na escola a visita de um escritor, mostraram de todas as formas o que é bem querer!

 Li alguns dos meus livros e tive a honra de inaugurar na Bem-me-quer, com uma coleção de títulos meus, um espaço de literatura, pois a escola não conta com biblioteca e nem mesmo sala de leitura...

 Foram momentos muito divertidos e plenos de empolgação, cada página que eu virava, parecia abrir horizontes para aqueles olhares tão atentos, tão sedentos de fantasia!

A interação foi total...

 Eu acabava de ler um livro e todos queriam mais histórias, mais histórias das histórias...

                                                ... mais cantigas e histórias cantadas...

A turminha do berçário, no início ficou de longe, mas acabou entrando na festa e dividindo comigo outras alegrias.

Até o bico de desemburrar fada emburrada foi intenso!

Foi incrível perceber o quanto a meninada se entregou às histórias

E eu me enchi de felicidade. Espero ter plantado na escola, na ilha a semente da  minha paixão pelos livros, pela literatura!

2 comentários:

Adriana Dornellas disse...

ah meu Brasil brasileirinho ! Quanto se pode fazer com esse tesouro chamado livro !

MICA- Movimento Infanto-Juvenil Crescendo com Arte disse...

PROJETO CONHECER PARA PRESERVAR
“ConSERVAR HOJE PARA O AMANHÃ SUSTENTAR”
CONCURSO NACIONAL DE ARTE EM PROPAGANDA
Convidamos a instituição para participar.
Será um prazer e uma honra receber trabalhos de seus alunos.
Para crianças e jovens de 6 a 16 anos de todas as regiões do Brasil
Trabalhos realizados e enviados individualmente, também serão aceitos.
O regulamento também pode ser visto em:
http://artmica.blogspot.com.br/p/projeto-conhecer-parapreservar-exemplo.html