segunda-feira, 6 de abril de 2009

Dica de Leitura


Quase que a dica de leitura de hoje não chega hoje. Mas o atraso foi por uma boa causa. Passei o dia de hoje na toca de dois ratos de biblioteca encantadores: Racumin e Racutia, não os encontrei, mas conheci a linda biblioteca que eles ergueram na Escola Classe 18 de Taguatinga. Fui convidada para contar histórias por lá e conversar com as crianças. Adorei! A Toca cheia de livros, ratinhos pelas prateleiras e tantos personagens encantadores que povoaram também minha infância naquele cantinho mágico. Quando me mandarem as fotos falo mais sobre o dia de hoje e como tive que iniciar a dica e asemana dando explicações, aproveito o gancho para indicar um livro que adoro: Mania de Explicação, da Adriana Falcão, Editora Salamandra. Se houvesse um dicionário poético, ele teria os verbetes da Adriana. O livro é lindo, sensível e cheio de belas definições:
"Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta para os outros..."
"Explicação é uma frase que se acha mais importante do que a palavra."
"Solidão é uma ilha com saudade de barco."
" Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança pra acontecer de novo e não consegue." "Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo." "Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego."
"Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer, mas acha que devia querer outra coisa." "Certeza é quando a idéia cansa de procurar e para."
" Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido."
" Sucesso é quando você faz o que sempre fez só que todo mundo percebe."
Essas definições todas fazem parte das explicações que a menina da história dava pra tudo, aliás, pra quase tudo, porque o amor, ah! o amor, a menina não conseguiu fazer caber nas palavras e explicações e ,como bem traduziu Adriana Falcão, "talvez porque não tivesse sentido, talvez porque não houvesse explicação, esse negócio de amor ela não sabia explicar, a menina."



4 comentários:

Adriana disse...

essa eu vou seguir!

Cadu Cinelli disse...

solidão é uma ilha com saudade de barco...
tenho minha canoa de papel. tenho saudade de ilhas.
beijos minha querida...
agora eu to interagindo mais com os blogs. a nossa idéia é transformar nosso site em algo mais dinâmico e enredado com outros "amigos" de mundo internético. assim os laços e as tramas ficam mais estreitas.
beijos

Alessandra Roscoe disse...

Pode seguir, que não irá se arrepender!
beijocas.

Alessandra Roscoe disse...

Cadu, querido!
Muito bom encontrar você também neste meu espaço de carinhos virtuais! O mundo dos blogs é encantador, tenho encontrado pessoas incríveis. Em junho estarei no Salão do Livro Infantil do Rio, devo ficar uns dias na cidade e, com certeza faço questão de conhecer o "QG" dos Tapetes. Em julho estaremos, agora com a trupe aumentada, onde vocês estiverem aqui em Brasília. Pode garantir minha vaga na oficina e reservar na agenda um espaço para um dia em minha casa, você e toda a trupe!
Saudade! Adorei navegar no seu Barco de Papel!
Grande beijo!