segunda-feira, 1 de setembro de 2008

TV e te ver

Hoje pela manhã me peguei em um diálogo franco com um dos meios mais poderosos da comunicação: a TV. Ela veio sem rodeios tentar me convencer de sua necessidade, força e poder.Não neguei essa verdade, mas disse a ela para não se alimentar de minha crença hipnótica nas (in)verdades que ela mostra.Disse também que não gosto de instrumentos tendenciosos e que eu me basto com minhas próprias incoerências e que portanto será melhor que ela economize suas seduções. Tentei, do alto de minha pequenês, mostrar a ela que livros, poesias, escola e cuidado nutrem mais do que suas belas imagens e estímulos consumistas. Ela me ignorou e mostrou mais BBBs, cervejas com belas mulheres e carros novos.Mostrei que minha criança gosta dela, mas que ela está desperdiçando uma oportunidade rara de servir com mais dignidade, leveza e alegria . Cenas de violência, sexo e fofoca falaram por ela.Novamente ignorada sussurrei um apelo a seus produtores...silêncio.Falei que ela não é o problema e sim quem a utiliza de forma egoísta e calculada, só pensando em lucro... esses leões são cordeiros quando estão com seus filhos ensinando sobre excessos,não-violência e coisas do tipo.Não julgo este cordeiro porque ele acaba sendo sua própria presa.Assim acordamos e dormimos nessa roda viciada que engole sem perceber esse caldo que poderia ser doce, mas se tornou amargo a meu paladar já um tanto fragilizado. Encerramos nossa conversa por hora porque é perda de tempo, para ela, parar e refletir sobre seu papel na sociedade.Pensei em lançar uma campanha que já é um sucesso: doação de tempo, nosso bem mais precioso. Já pensaram como eu iria ficar rica? Mas, o que quero é só exercitar um direito: ter MEU senso crítico.Continuei pensando e sentindo que nossas crianças, adultas ou não, merecem maiores cuidados.Por isso aqui vai a reflexão: quanto de seu tempo você quer doar para a TV ?

3 comentários:

victor disse...

gostei muito. bate com o que penso, sobre os meios de comunicação e sua pratica de emburrecimento. abraços

victors.gomez -
projetos sociais artes

Adriana disse...

pois é Victor, essa reflexão é diária.Pelo menos temos meios de "desabafar". Abraços.

Alessandra Roscoe disse...

É meus caros,
Nosso tempo é precioso demais para jogarmos fora, mas acho sinceramente que podemos e devemos brigar por uma
TV melhor. Isso é possível e já tivemos mostras. O grande problema é a ditadura da audiência. É ela que precisamos combater com todas as armas, pois espaço e condições de fazer pensar e de divertir com qualidade este poderoso meio de comunicação tem de sobra.