quarta-feira, 23 de junho de 2010

Eu, Drummond, o mar de Copacabana e meus livros!

Foi um encontro inusitado! O poeta estava lá, pensativo, numa noite bastante agradável de sexta-feira... A brisa, o mar... Tantos versos, uma prosa silenciosa. Apresentei ao grande tecelão da palavra alguns dos meus livros...






Juntos, pescamos estrelas, tecemos teias de poesia, passeamos pela festa de casamento do boi da cara amarela, relembramos os primeiros tempos da nova Capital,  e das maravilhas do Cerrado, exaltadas por um lobo-guará, sentimos o perfume das flores de um jardim encantado, namoramos a lua com desejos de  jacaré bilé e até desemburramos uma fada complicada! Meu amigo dividiu comigo um silêncio cúmplice e cheio de inspiração!


4 comentários:

Tânia Míriam disse...

Amiga linda! Que momento mágico! Muito lindo, as fotos ficaram muito legal. Parabéns!

peter o'sagae disse...

Isso me pareceu divertido ;-)

Linda Castelo-Grande disse...

Muito original!
ADOREEEEI!
Abraço,

Carla Pilla disse...

Oi Alessandra! Foi ótimo te conhecer no Salão... Vamos manter contato! E avisa se for pra Feira do Livro de Porto Alegre: apesar de estar morando no Rio vou estar por lá e posso te ciceronear como boa gaúcha, hehehe.

Beijos!
Carla Pilla